--- Prêmio Angelo Agostini ---

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Até que enfim, NOVOS PERSONAGENS!!

Capitão favela, Rúque, Zé Latinha e Mirim do Martelo.
Eles são OS VINGADORES DA MESSEJANA!

Pequena aula sobre cangaço!

O portal HOJE NA HISTÓRIA postou uma nota ontem sobre o aniversário de morte de Lampião. Famoso cangaceiro que foi morto na madrugada de 28/07/1938, após emboscada das forças policiais do Tenente Bezerra (Angicos, Sergipe).

Pois bem!
Esse post é simplesmente pra lembrar do quanto a ignorância em relação a figura de Lampião ainda se mantém cômica e ingênua nos dias de hoje *(veja anexo abaixo).

Melhor, veja primeiro "algumas contribuições" que Lampião fez pela cultura nordestina
em mais de 20 anos de cangaço

Na música: ele criou o xaxado e o arrasta-pé, além de ter reformulado o forró, criando a "festa de terreiro". Onde cangaceiros dançavam sob a luz do luar citando versos e cordéis. A música"mulher rendeira", dentre tantas outras, é da autoria de Lampião.
Na culinária: baião de dois, macaxeira frita, purê, carne de sol, farofa de ovo, tapiocas, doces, comidas "pesadas" como panelada e buchada, quiabo, manteira da terra, nata, coalhada, mucunzá, grolado, cuscuz, maxixe, pequi, camarão pitú, cravo, cheiro verde, bruaca, cebola roxa, churrasco, mel de abelha...  todos esses ingredientes, temperos e guizados tiveram algum tipo de modificação, novos costumes ou acréscimo direta ou indiretamente na história da culinária nordestina por causa de Lampião e seu bando.
Além disso, vários molhos de pimenta são resultados da sua astúcia e da sua criatividade.
Na medicina: descobriu "remédios caseiros", anestésicos, chás e vários anti-inflamatórios que antes só faziam parte da natureza. Da própria caatinga ele tirou remédios pra dor de barriga, dor de cabeça, dor de dente, dor nas costas, frieira, bicho de pé, corte raso ou corte profundo, febre, mal estar, picada de animais peçonhentos, arranhões e alergias. Então, antes de achar que sua avóé  inteligente o bastante porque sabe de um monte dessas coisas, primeiro agradeça a Lampião por ele ter descoberto perambulando pelos matos boa parte disso tudo.
Influenciou: Sua figura artística fascinou artistas como Luíz Gonzaga, Irmãos Aniceto, Fagner, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Chico Science, Ariano Suassuna a criarem suas obras.
****
Nota de Editor:
Um dos mais recentes documentários sobre o cangaço se chama "Os últimos cangaceiros", que retrata a vida de um casal idoso que fez parte do bando de Lampião.




Vingadores - Produtos pra banheiro!

Exclusivamente pra Revista MAD
(Pra visualizar melhor, clique com o botão direito em cima da imagem, escolha "abrir link em uma nova janela" e pronto!)

terça-feira, 28 de julho de 2015

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Thor 3 se passa no meio de Vingadores - Era de Ultron??

Vamos por partes. 


Quem assistiu Vingadores – Era de Ultron viu que, logo no começo do filme, a equipe invade um quartel da Hidra pra recuperar o cetro do Loki, aquele mesmo que guarda em si uma das gemas do Infinito. Então, com o artefato na sede dos Vingadores, Tony Stark teve a ousada idéia de colocar um antigo sonho em prática: a criação do ser com inteligência artificial conhecido como Ultron. 

Resultado: o plano não sai como previsto porque Ultron adquire pensamentos maléficos do tipo: “a humanidade só terá paz com a destruição dela própria”. Começa aí o enredo que leva Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk e cia pra Wakanda, depois pra Coréia do Sul, depois pra um refúgio isolado no meio do mato e depois pra num sei mais onde. Tudo para consertar a cagada que Tony Stark aprontou. 

É, meus amigos. Muita gente viu durante as mais de duas horas desse filme muitos easter eggs (oh palavrinha nojenta!), muitas referências e muitos cacetes. Mas o que muita gente não viu, incluindo eu, mas a minha namorada Sílmia foi extremamente capaz, é o que acontece com Thor assim que ele resolve “ir pra casa”. 
Sua intenção era descobrir mais detalhes sobre a suposta visão que ele teve assim que foi encantado pela Feiticeira Escarlate, lembram?  

Pois bem! Enquanto o restante da equipe foi dando continuidade no filme, Thor se ocupou em tempo real no seu (tcharãm) terceiro filme. Aquele mesmo que se chama Ragnarok e que só vai estrear em novembro de 2017.
Thor que supostamente pertence ao Thor 3
e não a Vingadores - Era de Ultron
Vejam só. É tão claro e tão óbvio que, minutos antes do nascimento de Visão, Thor reaparece já sabendo tudo sobre as Jóias do Infinito. Incluindo aquela própria que fazia parte do Cetro do Loki e que agora estava na testa do Visão.

Thor segundos antes de partir em busca de respostas.
Na verdade o malaca foi fazer Thor 3 e depois voltou.
E é aí que ele aplica uma martelada no casulo e tcharãm. O tal Visão nasce.
Quando Homem de Ferro se arma pra atacar Visão o que Thor faz? Ele estica o braço e meio que manda ele esperar. Claro, Thor já sabia de muita coisa que os outros nem sequer sonhavam.

Quem veio primeiro?
A manopla do infinito em posse
 de Thanos ou a manopla do infinito
em um cofre no castelo de Odin?
Vão por mim, aliás, vão pela Sílmia
Onde Thor estava esse tempo todo? Por que ele pegou o físico Erik na porta de uma universidade e o levou pra dentro de uma caverna com piscina e tudo? A caverna era em Asgard. Ou Ragnarok, Pra ser mais exato. Logo, Thor levou o seu amigo para longe da Terra junto com ele. Chegando lá, descobriu o que queria, fez um plano de ataque e voltou ao nosso planeta, sem antes devolver o físico de volta, e só assim terminar o filme com o resto dos Vingadores. 
Pra quem não entendeu ainda: Thor 3 se passa antes do nascimento do Visão.
Isso não é fodasticamente foda? 

Só pra deixar a coisa mais louca ainda, a tal manopla do infinito aparece em determinada cena do Thor 2 - Mundo Sombrio em um cofre dentro do castelo de Odin. Correto?
Então, como é que nos pós-crédito de Vingadores 2 - A era de Ultron a manopla do infinito já está nas mãos de Thanos? 
A única possibilidade de isso ser real é a de que o filme Thor 3 realmente se passa no meio de Vingadores 2 - A era de Ultron. 

Ou seja: Thanos apareceu em Thor 3, invade o castelo de Odin e pega manopla do infinito para si. Aliás, Odin não é Odin, é o Loki disfarçado, como vimos no final de Thor 2. Logo, será que Loki simplesmente deu a manopla do infinito a Thanos em troca de alguma parceria ou houve uma batalha muito grande e Thanos venceu??

Questões no ar - Nº 01
Segundo Henrique Gonçalves, a história é meio improvável por duas questões:
1) O momento em que Thor se ausenta parece ser de poucas horas, portanto insuficiente pra render um filme.
2) Um misteriosa mulher aparece também as margem da tal piscina onde Thor se banha pra obter as respostas que procura.

1) Resposta: Pra começar, Thor não se ausenta por poucas horas, mas por dias. Basta reparar que, do momento em que ele "levanta voo" até o seu retorno, momentos antes do nascimento do Visão, os Vingadores tentam rastrear o paradeiro de Ultron e isso demora dias. Até que ele aparece na Coréia do Sul, onde rouba um casulo, fere a cientista Helen Cho e trava uma batalha com a equipe, rendendo a cena do trem descarrilhado. Só depois é que os Vingadores levam o casulo pra Torre Stark, e isso ainda pode ter rendido mais alguns dias, até - enfim! - Thor reaparecer com um monte de respostas.
Fato: como é que Thor aprendeu do nada sobre as jóias do Infinito??
Onde fica realmente aquela caverna e aquela piscina? Por que ele precisou do físico Erick?
Nenhuma dessas respostas foram ditas no próprio filme.

2) Resposta: Se a tal criatura misteriosa "apenas" apareceu no trailer (AQUI) e depois foi cortada propositalmente do filme, é lógico que ela estava atrapalhando o andamento da cronologia se caso realmente Thor 3 se passa no meio de Vingadores - Era de Ultron
Simples assim.
Carambaaaaaaaaaaaa....

Palmas pra minha namorada Sílmia. Isso sim é uma visão (sem trocadilhos) além do alcance de muitos marmanjões, nerds e sites especializados em quadrinhos/filmes de heróis.

No mais, só tiraremos a conclusão quando Thor 3 chegar aos cinemas em 2017.
 \O/

Embaçou geral, princesas!


sexta-feira, 17 de julho de 2015

Avante!


Trabalhos para o Jornal O POVO!!

Infográfico feito em parceria com Pedro Turano e Luciana Pimenta.
O tema era "Dinossauros Cearenses" e foi publicado no Caderno DOM
do Jornal O POVO (Fortaleza/CE) no dia 07/06/2015.

A imagem principal - que monstra um cenário pré-histórico
com os três tipos de dinossauros que existiram na região
do Cariri (interior do Ceará) - foi feita da seguinte forma:

Primeiro peguei uma imagem real fotografada por Fco Fontenele
nas trilhas da Chapada do Araripe.

Depois que peguei as imagens dos dinossauros cearenses no Google.

Por fim, montei cada dinossauro na cena junto com um céu avermelhado 
(pra dar um ar de "temperatura quente" no ambiente) e uma vegetação
mais viva.
O resultado agradou vários leitores até a equipe de paleontólogos da região!
Então, parece ou não parece real?




Pra ler essa matéria completa, clique com o botão direito do mouse, escolha "abrir imagem em uma nova janela" (segunda opção) e pronto!

Trabalhos para o Jornal O POVO!!

Infográfico feito em parceria com Pedro Turano.
O tema era "economia de água" e foi publicado no Caderno DOM
do Jornal O POVO (Fortaleza/CE) no dia 05/07/2015.

Pedro desenhou o cenários baseado em parque aquático
onde as dicas iam espalhadas pelos brinquedos.
Eu apliquei o colorido com os muitos efeitos de profundidade e perspectiva.



Pra ler essa matéria completa, clique com o botão direito do mouse, escolha "abrir imagem em uma nova janela" (segunda opção) e pronto!

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Mini resenhas de FILMES!

 Mad Max - Estrada da Fúria
Ao lado de Jurassic World, é o filme de ação mais escroto que já vi nos últimos tempos. Mas é um escroto de lindo, fenomenal, foda pra caralho. Quem ainda tá com um pé atrás porque acha que vai encarar uma "perseguição de duas horas", relaxe. Ninguém aqui é de ferro (além do braço mecânico da protagonista), então eles param de vez em quando pra trocar o pneu, recuperar o fôlego e pensar.O resto é só chibata com muito sangue, bala e poeira. Não literalmente nessa ordem, mas muito bem colocado, bem sacado e cheio de tomadas além da nossa visão manjada de sempre.Ah, e aparece sim aquela personagem que um dia foi Tina Turner, toda velha e amargurada,
coisa que muita gente não viu. Mas eu sim, 1, 2, 3, 4 vezes...

San Andreas
Filmes catástrofes são mentirosos. Neguinho passa o maior sufoco com o mundo se acabando mas, m-i-l-a-g-r-o-s-a-m-e-n-t-e, ele sempre acaba ileso e feliz (e sem nenhum arranhão) no final. OK! Tirando O Impossível (sobre a terrível onda que massacrou Tailândia), que é baseado em fatos reais, San Andreas se esforça pra que nenhuma falha (sem trocadilhos) escape. A comparação escarrada com o roteiro do 2012, aquele filme que melou a profecia maia do fim do mundo, é inevitável. OK! Mas em questão de tomadas, ângulos e novas formas de destruição, o ponto é alto. Destaque pra cena do barco querendo ultrapassar uma onda gigante antes que ela quebre. Seria clichê puro! Mas antes de ele conseguir (tcharãm), surge aquela sacadinha básica (tensa e dinâmica!) que faz a diferença.

Vingadores 2 - A Era de Ultron
Confesso. Me empolguei mais com o primeiro Vingadores porque nunca-em-toda-a-minha-vida-havia visto-vários-super-heróis-juntos a não ser que fosse em desenho animado. Mas em quesito de qualidade, macetes, detalhes escondidos e referências (eu não escrevo easter-eggs!), a Era de Ultron é show de bola. O que vocês queriam mais? Tem 10 minutos de porrada entre Homem de Ferro (Hulbuster) e Hulk. Tem detalhes da origem da Viúva Negra, tem indícios pra estreia do Pantera Negra, tem a família do Gavião Arqueiro, tem a cena do martelo que ninguém levanta em cima da mesa. Tem o Mercúrio vendo o martelo passar por seus olhos em câmera lenta, tem o visão levantando o martelo, tem o Stan Lee na sua maior aparição de todos os tempos, Tem menções a Bansk, Pinóquio e...Quer saber? Que se fodam os críticos.Vingadores 2 é o melhor filme de 2015 (AINDA) e ponto final.


Ender's Game - O Jogo do Exterminador
Pense num filme ruim, ruim, ruim, ruimmmmmmmmm...
Eu assisti essa praga só pra ver até onde ele ia. Mas, grrrrr... é podre demais. Um molequinho é escolhido pra integrar uma equipe que destruirá uma raça alienígena antes que ela invada o planeta pela segunda vez. Depois de se separar da família, ir pro espaço, paquerar com uma gatinha, sofrer bulingue e peitar seus superiores
(ufa!), ele extermina o planeta dos insetos achando que ainda se
tratava de treinamento. "Oh, meu Deus! Eu não queria fazer isso.
Acabei com uma raça inteirinha". Isso tudo sem nenhum indício da NASA, da ONU, ou da própria família do moleque - que poderia (pelo menos) estar assistindo as realizações do infeliz. Afinal, ele estava salvando a humanidade, né? Aliás, molequinhos salvando coisas? Assista Tropas Estrelares (1 e 2).  Esses pelo menos mostram uma guerra mais... concreta e sem mimimi. E só.

BA-NA-NA


Cassiano Costa!

Falando em tosco/genial, isso sim é que era forró de verdade.
Não essas merdas que tem  por aí hoje em dia.*

*música feita pras putas de butique dançarem até o chão.


Ilustrações pra Livro

Algumas ilustrações para o livro do meu amigo Neo Pineo.
Um dos artistas mais toscos/gênios que o Ceará já teve.

O livro na verdade é dois em um.
O Lado B (que é pra ser lido primeiro) fala da sua infância até o
o último ano que passou no submundo das drogas - período que
durou mais de 40 anos.
O Lado A (que você ler depois de inverter literalmente o livro)
é sobre superação/bons modos/etiqueta/auto estima/mais superação.

Resumindo: Manual do PrópriOtário (Lado A) e #TÔDEBOA (Lado B)
é um livro descontraído e bem humorado (cheio de gírias nordestinas) que
ainda serve - sem ser mala! - como guia espiritual pra encarar as mazelas da vida.

Recomendo...